Terminator Salvation(Publicado em 13/06/09)

terminator-salvation-movie-poster_480x741Gurizada, fui assistir ao filme do Terminator. Demais, não tem outro termo. Ao invés de fazer uma porcaria desavergonhada um filme fraquinho como o do Wolverine, resolveram fazer uma coisa supimpa: agradar aos FÃS da série. E agradaram(ao menos no meu caso, e do pessoal que foi junto) mesmo! Não dá nem pra dizer que é um filme, é uma ode aos dois primeiros filmes! Recheado de referências, piadas internas que não tiram o ar do filme, e ação desenfreada. Eu achei o roteiro fraquinho, mas o resto compensa. Os efeitos são bons, o Sam Worthington ficou muito legal no papel(sucedeu bem o Arnold Schwarzenegger), o guri que fez o Kyle Reese(o iniciante Anton Yelchin) cumpre o papel bem pra um relativo “desconhecido”, e o Batman Christian Bale faz o personagem dele da maneira esperada(mas ao menos, no filme não aparece ele tendo piti perdendo a calma com o fotógrafo).

Fora os deslizes, que eu considerei mais do que releváveis(credo, que palavra feia. Será que existe mesmo?), o filme é dez. Valeu o meu ingresso(e não dois pilas, que nem o filme do Wolverine), e valeu até eu ter me perdido em Porto Alegre, com o Luiz dirigindo o carro e resmungando mais que eu(desculpa Luiz, eu viajei em ter dito que não tinha o filme em Canoas).
Pontos altos do filme são vários, mas só vou comentar dois, senão estraga(mas vou listar os outros genericamente): na cena em que uma guria pergunta pro John Connor o que dizer se perguntarem pra ele, e ele responde “I’ll be back.”(Eu voltarei, a frase de efeito mais curta e estilosa do cinema), arrancou risadas da sala de cinema inteira. Já na hora em que aparece o Schwarzenegger, TARAM TAM TARAM(tema do filme, pra quem não é lunático fanático como eu, Luiz e companhia limitada)! Simplesmente GENIAL a aparição dele. Só vou deixar assim, confirmando a aparição do vivente(nem tão vivente assim, se for levar em consideração que ele é um robô assassino vindo do futuro). De resto, tem músicas dos outros filmes, localidades, atores, e até mesmo cenas cuja estrutura fazem lembrar de alguma cena dos filmes antigos. Enfim, vale o ingresso, e digo mais: vale dois ingressos. Esse eu acho até que olho de novo no cinema.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s