O post que vai me render um processo

É, sério. Eu vou ser processado por uma patota aí. Uns tão dizendo que o Gus Lanzetta é um gordo inútil que não sabe organizar uma passeata contra a proibição de CS, defendendo outros que tão se empenhando de forma louvável a não apresentar porra nenhuma. Eu sei que tô sendo meio ácido, mas na verdade é o seguinte: o Moacyr Alves Jr, “cabeça” do jogo justo, tá aí um tempão com esse papo de campanha. E eu não acho isso ruim, pelo contrário: o que ele tá fazendo é louvável. Agora, PORRA MOACYR! Críticas vão vir, ainda mais depois de meia dúzia de anos sem resultado. Houveram progressos? Houveram. Teve umas promoções legais. Tipo aquelas de desova de jogo velho por 99 reais. Alguns, por 70! Mas que barbada, vejam só.

Alguns aí não devem ter entendido porra nenhuma, certo? Pois então, o Gus publicou este post aqui, que resultou na irritação por parte do Moacyr. Até aí, beleza: se alguém me disser “tua coluna no jornal é uma porcaria, e não vai mudar a opinião de ninguém, o pessoal só lê porque tu é gordo e fala bobagem“, eu não vou gostar (por mais que seja verdade), mas porra, ameaçar de processo? Ficar cocôzinho, como diria meu irmão? Ah, peraí gente: é a internet. Não leve ela a sério demais.

É, tá bom: não leve nem um pouco a sério, pra falar a verdade.

Agora que tá explicado o que aconteceu (pra quem teve saco pra clicar em todos os links), vamos ao que eu acho: que é tudo uma patuscada. O Gus foi lá e se aproveitou pra usar o bom e velho sarcasmo, e me fez gargalhar com o post. Aí

vem o Moacyr e a patota dele, revoltados, com seus forcados e tochas, querendo queimar a internet. Pô gente, também não é por aí, levem mais na calma. Recursos de “agora o gordinho tá apertando dizendo que é blog de humor” é palhaçada. O Freeko é um blog de humor (que eu não acompanho), e na real, pra mim A INTERNET INTEIRA é um blog de humor, capisce? Então, descansem seus forcados, larguem as foices e tochas, e vamos parar com essa palhaçada toda.

Até começar isso aí, eu achava o Jogo Justo um lance tri massa, curtia pra caramba a iniciativa do Moacyr por um “mundo melhor para o Gamer brasileiro”. Depois dessa? Patota que quer se aparecer.  Ora, chegar dizendo que “é por causa de Gus Lanzetta e gente que nem ele que o Brasil não vai pra frente”? Porra, o Brasil não vai pra frente é porque a maioria que vota não é quem LÊ jornal, é quem limpa a bunda com ele. E aí tu perde as esperanças com um projeto com o Jogo Justo, um pouco por recalque, um pouco por decepção. Tu entrar em contato com o cara, pedindo informações pra publicar no jornal no sábado (na minha coluna insignificante que ninguém lê, e não muda a vida de ninguém, exatamente como a internet), fazer um par de matérias legais sobre o Jogo Justo, e blá blá blá. E aí ser ignorado. Aí me bateu um recalque né? PÔ Moacyr, meu BLOG na INTERNET cara! É um troço muito sério, eu ser excluído da atenção de um projeto tão inovador.

Sarcasmo à parte, eu sempre relevei o fato de que o projeto tava por ai, o Moacyr de 10 em 10 minutos posta alguma coisa do naipe de “É o Jogo Justo fazendo e acontecendo”, “É o Jogo Justo evoluindo”, mas toda essa evolução não me rendeu porra nenhuma. Eu não comprei NENHUM jogo mais barato que fizesse DIFERENÇA. Mas ainda assim, eu apoiava, falava pra todo mundo, e tinha fé que, com ajuda de políticos, jogando com os interesses deles e os nossos, dava pra atingir um meio termo. Conseguir games num preço menos ridículo, e fortalecer a NOSSA economia no país. E aí tu vê uma dessas.

Mas não devemos perder fé, afinal, eles conseguiram aquela liquidação do Ponto Frio com games a 35 reais,  ou então o lançamento de Starcraft 2 no Brasil a 49,90… ah, peraí, não foi eles que conseguiram? Como é? A Blizzard acabou por notar que existem gamers no Brasil sem ninguém entrar em contato? Interessante.

Viu só como é fácil detonar o trabalho dos caras? Quem tá na chuva, é pra se molhar. Ainda mais quando tu fica fazendo palestra por aí e dizendo que vai fazer e acontecer de 10 em 10 minutos… mas o teu público-alvo, as pessoas de quem tu pede apoio  e pra quem isso vai mudar alguma coisa não vêem mudança nenhuma. A não ser pelas tais liquidações de estoque, por preço de lançamento usado(só ver na YouGame como tu consegue bem mais barato, por exemplo).

 

E o que eu tomo disso tudo? Fora tomar um processo, já que eu tenho quase certeza que o pessoal do Jogo Justo vai querer me processar, e querer que eu tire o post do ar (coisa que já aviso, podem vir com a intimação judicial na mão, eu também quero ser processado e ficar famoso), eu também tomo por conclusão que as pessoas levam a internet a sério demais. E que elas não sabem tomar uma crítica (por mais ácida, sarcástica ou, como no caso das palavras acima, babaca que seja) sem fazer um mimimi infernal.

 

Agora já perdemos tempo demais com o assunto: voltem às suas vidas normais, que não mudaram em porra nenhuma.

15 pensamentos sobre “O post que vai me render um processo

  1. Dia do Jogo Justo: Parecer desavergonhadamente atrasado « Meio Psicopata

  2. …porra, cheguei atrasado nessa treta.
    Mais duvido que tenha sido mais legal de assistir do que aquela vez do ‘leak’ das imagens de street fighter 4 no blogeek.
    só uma pergunta: QUEM leva a sério o que o Gus diz??? (e digo isso sendo uma pessoa que escuta ele desse 2006 no audiogame)

  3. Apoio o Moacyr e ao Jogo Justo porque pelo menos tem gente que quer fazer algo de bom para o público gamer, enquanto outros (como esse gordo nojento), não faz nada de bom exercendo sua profissão de jornalista (se é que é jornalista) e critíca esse pessoal. Pior é gente que defende esse gordo tentando dar argumentações que, como você (dono da postagem) mesmo disse, não dá pra levar a sério suas palavras porque a net é um poço de valores e opiniões vagas e que não levam a nada.

    Que merda de blog, que merda de dono e que merda de pessoas que nunca dão o braço a torcer por qualquer projeto que tem como fundamento, a de beneficiar as pessoas que mais precisam dele.

    Nunca mais entro aqui…

  4. Não entendo lhufas de jogos e nem quero, pois não fazem a menor falta pra mim e respeito quem curte.

    Eu cliquei sim, em todos os links desta matéria, pra entender o contexto do assunto. Conheço o cara que escreve esse blog, trabalhamos juntos. Não conheço os outros que baixaram o porrete criticando a OPINIÃO do dono do blog. portanto, eis meu comentário a vocês:

    PHODAM-SE.

    Em UMA coisa eu tenho que concordar, que é com o que o gordo-escroto-dono-deste-blog falou: relaxem e gozem. A internet é levada a sério demais. O cara expressa uma opinião no próprio blog, largando uma gozação. Ele quer exposição? QUEM NÃO QUER, POHA?! Não sejam hipócritas! Vocês mesmos (e eu também) estamos proporcionando essa exposição toda, discutindo o assunto, falando mal um dos outros. E o que ganhamos com isso? NADA!

    Gus, Moacyr, Tota e demais: parabéns e obrigado pela oportunidade. Legal espairecer um pouco com vocês. Eu andava meio deprê, mas agora me sinto mais leve.

    Abraços.

  5. Quem conhece as pessoas que estão participando do jogo justo sabe muito bem a seriedade da proposta e de seus organizadores.
    Na minha opinião, não seria nada menos justo dar algum retorno financeiro para o Moacyr e todos aqueles que estão investindo dinheiro e MUITO do seu tempo para isto acontecer.

    Não acredito que perdi tempo lendo esta matéria e a matéria deste Gus Lanzetta.

    Por isto afirmo, os brasileiros merecem os políticos e os impostos que tem, porque é mais importante o cara ganhar um desconto de 50% no dia do lançamento do próximo COD do que brigar por uma redução da carga tributária em todo o setor e que em 1 ou 2 anos resultará numa diminuição no preço de todos os jogos e fará o cara comprar qualquer lançamento ou jogo por um preço muito menor dos 50% de desconto que o cara tanto quer.

    Pessoalmente, entendo e apoio a atitude do Moacyr.

    É de ficar revoltado mesmo com notícias de (pseudos) jornalistas que querem continuar comprando seus joguinhos na barraquinha da esquina.

    • Rodrigão, na boa, não fala o que tu não sabe. Primeiro, a minha opinião é válida, e como eu disse, tu tá levando a internet a sério demais. Se tu perdeu tempo lendo essa matéria, meu amigo, problema não é meu. Lá em cima, no cabeçalho do blog, tá escrito que “Todo mundo fala merda, eu só falo mais que a maioria”. Com um aviso desses, tu quer ficar de mimimi que perdeu tempo?

      Acho que não. Acho que tu é só mais um White Knight de merda na internet, querendo defender uma “donzela indefesa”, que nesse caso não é nem donzela, muito menos indefeso. E eu não tou dizendo que é mais importante o cara ganhar um desconto de 50% no lançamento do próximo CoD do que brigar pela redução tributária. O que eu tô dizendo é que até hoje só vi promoções de desova. Se tu tivesse algum conhecimento de comércio como eu tenho, coisa que eu acho que tu não tem (já que eu me criei no ambiente, meu pai tendo comércio próprio e vendo ele quebrar a cara N vezes), tu entenderia o que eu quis dizer: é muito favorável a uma casa de comércio apoiar uma iniciativa, e daí usar isso como ponte pra desovar estoque que tá parado.

      Sobre pirataria, me diz uma pessoa que tu conheça que tenha videogame desbloqueado e tenha jogos originais que NÃO VIERAM com o console. Mass Effect 1 e 2, Halo: Reach que já passou pela minha mão, não são piratas. E são os games que eu teria comprado DO MESMO. Embora, eu deva admitir o pecado, tenho alguns games piratas. Com todos eles, ocorreu o mesmo “curioso” fenômeno… eu joguei por um final de semana, terminei o jogo, e depois larguei ele num canto pra nunca mais ser usado. E tu sabe por quê isso acontece? Eu moro em uma cidade pequena, onde não tenho NENHUMA opção à locação. Nenhuma das videolocadoras aqui da cidade tem jogos de 360 pra alugar, simplesmente porque é mais fácil destravar e comprar jogos piratas na capital, a 1h de ônibus daqui, ou como tu mesmo diz, “na barraquinha da esquina”.

      Se tu quer discutir sobre pirataria, beleza. Ainda essa semana eu vou publicar alguma coisa sobre o assunto: aparece aí de novo e comenta com alguma coisa construtiva. Agora, se for só pra ficar defendendo o Jogo Justo porque eles não gostaram que o Lanzetta tirou sarro da cara deles, BOOO HOOO meu velho.

      Nas sábias palavras do protagonista de Unreal Tournament 3, que eu tô com preguiça de publicar, “Life is pain, GET OVER IT!”

      • Cara você que ta por fora, o Lanzetta tem um puta rabo preso e tem muito contra o Jogo Justo por simples questão politica, se você acha o gordo paladino, ele não é não fazer o que se o Jogo Justo aparece no Jovem Nerd e ele não, o Gordo foi chamado pra Campus Party: Não!

        • Velho, de boa, eu não tô defendendo o Gus. Eu nunca tive contato com ele, pelas coisas que li e ouvi dele (em podcasts), o cara tem opiniões sensatas e o direito dele de ser o quão incisivo ou até babaca ele quiser. Eu também tenho coisas em comum.

          Se é por recalque que ele postou ou não, isso não me interessa, não vai mudar merda nenhuma. O motivo de eu ter feito o post foi pra expressar a MINHA opinião sobre o assunto. Pra mim, quem mais saiu feio na história foi o Moacyr, JUSTAMENTE por ser a figura mais pública da história. Ele deveria ter saído por cima com elegância e desenvoltura, como um cavalheiro. Coisa que ele NÃO fez. Não é qualquer um que sabe manter a compostura sendo o alvo.

          E o paladino na internet não é ele, são caras que, como tu, tomam as dores do Jogo Justo e saem por aí azucrinando e “defendendo a causa da justiça” (NÃO PUDE perder a oportunidade do trocadilho =D). Me desculpa se, na tua vida particular, tu te esforça pra ser um cara legal e sensato. Mas agora tu só tá sendo chato, vindo com “mimimi Jogo Justo é legal e perfeito”. Abre os olhos, e enxerga os defeitos. Sempre tem.

  6. O Gus queria aparecer, conseguiu, o post dele é sem graça pra cacete, nem vou discutir sobre o Jogo Justo, por que acredito que exista demagogia neles, porém o Gus é um cara que em todo o tempo de “jornalismo” ou na pura tentativa de ser engraçado(ele não é, só é pra vocês 20 amiguinhos vagabundos dele) ele só sabe criticar, e o que esse gordo babaca fez de bom nesses anos? porra nenhuma, é um gordo besta que não come ninguém (na real eu acho que ele é bicha, bicha gorda paga pau de jornalista de games – nossa não tinha uma raça melhor pra pagar pau).

  7. Tweets that mention O post que vai me render um processo « Meio Psicopata -- Topsy.com

  8. Como eu comentei no twitter: “galera, vamos parar de falar sobre o @GusLanzetta e vamos falar sobre o dólar? Lembrando que ainda precisamos dele pra comprar jogos. ;)”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s